PT | EN

   

Follow Intradoxos on Twitter

                                

 

Poesia

Ensaios

Em outros idiomas

Tradução

 

 

Inscrição na banheira do Imperador T´ang Confúcio, O Grande Digesto

 

 

 

 

 

NASCER

 

DO SOL

 

NO SOL

 

NASCENTE

 
 

Nota: este poema já havia sido traduzido anteriormente por Ezra Pound, dando na sua famosa composição “Make it new”, e por Augusto de Campos, que o recriou da seguinte maneira: “renovar/ dia sol/ a/ sol dia/ renovar”.

o primeiro e último ideograma da série, habitualmente traduzido por “renovar” ou “novo”, é formado pelo radical de “ereto” sobre o de “árvore”, ao lado do de “machado”: ao cortar a árvore que está de pé, o machado permite o seu renascimento. Nesse sentido nos pareceu mais próprio apreender esse ideograma pela tensão “nascer/ nascente”, evidenciando a dinâmica do poema, que se dá na relação entre o momento de presentificação (nascer) e o processo constante que esse momento oculta (nascente).

Tradução de Márcio-André e Manuel Antônio de Castro
 

 

2010 Márcio-André | Design : Confraria do Vento | Crédito das Imagens

Creative Commons License