PT | EN

   

Follow Intradoxos on Twitter

                                

 

Biografia

Referências

 

Márcio-André de Sousa Haz

 

Márcio-André é uma das vozes mais brilhantes de uma nova jovem geração de artistas brasileiros.

— Walter Salles

 

Escritor, cineasta, performer, artista sonoro e visual, nascido no Rio de Janeiro em 1978, Márcio-André de Sousa Haz colaborou com jornais e revistas, tais como O Globo, Jornal do Brasil e O Estado de Minas. Seus textos e poemas foram traduzidos para diversos idiomas, integrando antologias nacionais e internacionais e aparecendo em edições como Neue Rundschau (Alemanha), Rattapallax (EUA), Action Poétique (França), Poesia Sempre (Brasil), Tuli & Savu (Finlandia), Poetari (Espanha), Oficina de Poesia (Portugal), Ambroozia (Hungria), Téchne (Itália) e Liminalities (Reino Unido).

Deu aula de formação avançada em escrita criativa na Universidade de Coimbra e na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi poeta convidado nos festivais Poetry International Rotterdam, Struga Poetry Evenings, Festival Silêncio, Dunya Festival, Balada Literária, Encontros de Interrogação, Encontro Internacional de Poetas de Coimbra, Fórum das Letras, Poéticas plurales, Festival Internacional de Poesía de Córdoba, entre outros.

 

Recebeu a Bolsa Fundação Biblioteca Nacional pelo livro de ensaios Poética das Casas e foi finalista dos prêmios Jabuti e Oceanos 2015 com o livro Poemas apócrifos de Paul Valéry. Em 2009, foi poeta residente na aldeia de Monsanto, Portugal. Foi um dos poetas a integrar com uma exposição individual a mostra Poesia Visual do Oi Futuro. Em 2017, Seu livro Ensaios Radioativos foi adaptado para os palcos por Symone Strobel e encenada no Teatro Miguel Falabella, Rio de Janeiro. É também editor e um dos fundadores da editora, produtora e coletivo Confraria do Vento.

 

Como cineasta e video artista, dirigiu curta metragens, videoclipes e vídeo experimentais. Seu último curta, The first time I saw Francis Taylor he was in slow motion, recebeu dez prêmios no 48 Hour Film Project, incluindo melhor filme, prêmio de público e melhor direção, tendo sido selecionado para o Filmapalooza 2017. Ele filmou reportagens para a Deutch Welle sobre a situação dos refugiados sírios na Hungria e acaba de concluir um documentário sobre Maria Kodama, escritora e esposa de Jorge Luis Borges.

Artista experimental, com obras na área da instalação e da arte de ação, realizou performances em Londres, Paris, Veneza, Kiev, Budapeste, Escópia, Roterdã, Buenos Aires, Lima, Toronto, Nova Iorque, além de diversas cidades pelo Brasil, Espanha e Portugal, fazendo parceria com artistas como Bruce Andrews, Stephen Rodefer e Ana Gesto. Por conta de sua Conferência Poético-Radioativa (2007) na cidade fantasma de Chernobyl, Ucrânia, tornou-se "o primeiro poeta radioativo do mundo".
 

Atualmente vive e trabalha nas cidades de Santiago de Compostela e Budapeste.

 

 


 

 

2010 Márcio-André de Sousa Haz | Design : Confraria do Vento | Crédito das Imagens

Creative Commons License